Uma boa liderança é capaz de controlar a Fragilidade do Gestor

Para que você melhore a cada dia como gestor, aprenda com Napoleon Hill 10 QUALIDADES DA LIDERANÇA:

1. “Coragem inflexível.

2. Autocontrole.

3. Senso de justiça apurado.

4. Decisões bem definidas.

5. Planos bem definidos.

6. Uma personalidade agradável.

7. Simpatia e compreensão.

8. Domínio dos detalhes.

9. Disposição de assumir completa responsabilidade.

10. Cooperação.”

Seguindo todas elas, você controla a FRAGILIDADE DO GESTOR.

7 INDICADORES PARA MEDIR O DESEMPENHO DA EMPRESA

Indicadores de desempenho são uma ferramenta eficaz na administração do seu negócio e, desse modo, lhe ajudam a controlar a Fragilidade do Gestor.

Para saber se a empresa caminha bem, avalie 7 indicadores:

1) Percentual de Crescimento do Faturamento – é importante buscar taxas acima de 5% ao ano, para a maioria dos negócios.

2) Margem de Lucratividade – a lucratividade deve andar de mãos dadas com a evolução da receita. Não adianta faturar muito e dar prejuízo, será pior.

3) Número de Reclamações de Clientes – indica o grau de satisfação com os produtos e serviços da empresa.

4) Índice de Cancelamento de Contratos – melhor ainda do que o indicador 3, informa efetivamente se os clientes estão contentes com a relação custo – benefício dos produtos e serviços da sua empresa.

5) Quantidade de serviços entregues com atraso – apura se os projetos estão sendo recebidos pelo cliente dentro do acordo combinado.

6) Horas de Capacitação de Colaboradores – indicador calculado em função do número de horas médias utilizadas para treinamento das pessoas. 40 a 80 horas por colaborador/ano é uma boa meta a ser buscada.

7) índice de rotatividade – avalia se empresa consegue reter os talentos. Pode indicar também se o processo de seleção dos colaboradores funciona bem.

 

A AGENDA DE PRIORIDADES DO GESTOR

Com tantos planos a realizar, priorizar aquilo que é mais importante requer bom-senso e firmeza. Não é fácil! Um dos segredos para conseguir isso é mirar nas grandes metas da empresa, priorizando as atividades que lhe ajudarão a chegar lá mais rápido, e de modo sustentável.

Vencido este primeiro desafio, há um outro, tratando-se de prioridades: manter-se fiel à agenda, sem desviar-se do que foi estabelecido previamente para atuar em “urgências” e tarefas de pouco valor à empresa.

 

“A chave não é priorizar o que está na tua agenda, mas agendar as tuas prioridades.”. Stephen Covey

2 Áreas Que Um Bom Gestor Precisa Dominar

Quando sua empresa começa a crescer é sinal de que as coisas estão indo bem, certo? A princípio, sim, porque crescimento é realmente um indicador positivo.

Porém, você precisa estar preparado para esse crescimento. E preparado em que sentido? Bem, nessa hora, mais do que nunca, você deve ser capaz de administrar bem o negócio, ou você corre o risco de perder o controle da situação… e crescer será pior!

Para lhe ajudar nesse sentido, eu vou falar sobre os dois assuntos que você precisa conhecer, dominar, para que você se desenvolva cada vez mais como gestor. Este é mais um conteúdo sobre as 11 Fragilidades e Riscos, e hoje trataremos da Fragilidade do Gestor.

Para que você se torne um gestor excelente, o primeiro tema que você precisa conhecer é  Administração. Saber sobre administração vai lhe dar uma boa visão a respeito de todas as áreas da empresa – financeira, comercial, marketing, RH, tecnologia, atendimento etc -, de modo a que você coordene bem todas as peças e coloque a empresa para trabalhar a seu favor.

Sem essa aparelhagem, você terá dificuldade para planejar, organizar e pôr em funcionamento os recursos que a empresa necessita para alcançar as metas. Por exemplo. não adiantar vender, e depois não conseguir fazer as entregas no prazo, ou não ser capaz de atender bem o cliente. Além do mais, você terá de contratar as pessoas certas para trabalhar na sua empresa, e por aí vai. As diversas atividades devem operar de forma articulada, e a administração é fundamental para isso.

O segundo assunto que você precisa dominar é a liderança. Porque esse conhecimento vai lhe capacitar a lidar com o recurso mais importante e complexo da empresa. Sabe qual é ele? As pessoas que trabalham com você! Isso mesmo, porque sozinho, você não irá muito longe.

Ser capaz de conduzir o grupo com maestria é essencial para que as tarefas sejam realizadas. No final das contas, quem vai dar a direção para onde a empresa seguirá é você. E é preciso liderança para fazer isso.

A verdade é que para nós, empresários, não é suficiente conhecer nossa área de atuação e o produto que comercializamos. Aliás, isso é requisito básico para quem tem uma empresa. Além desses conhecimentos, é essencial  administrar a empresa e liderar os colaboradores. Apenas dessa maneira você mantém sob controle a Fragilidade do Gestor.

E para que aprenda sobre administração e liderança, eu recomendo que você leia livros que tratam do assunto – pelo menos um livro por mês.  Essa é uma medida muito eficaz, que eu próprio utilizo e que tem funcionado bem para mim,  e eu tenho certeza que funcionará também para você.

Depois ponha em prática o que couber na sua empresa, não espere muito para fazer isso, ou todo o aprendizado que você adquiriu enferruja, e não servirá para nada.

 

Não se perca dentro da floresta

“Um CEO não deve ficar de tal forma absorvido nas tarefas diárias e imediatas que não analise o rumo da organização e reflita sobre as prioridades estratégicas a tomar.”, Antônio Osório.

A FRAGILIDADE DO GESTOR normalmente lhe atinge quando você fica muito ocupado com as atividades operacionais da empresa, ou resolvendo problemas pontuais. É porque nessas horas você tende a pôr de lado uma das suas atribuições mais importantes como empresário: administrar a empresa e liderar seus colaboradores. Porém, esse é um erro que deve ser evitado a todo custo, e você precisa manter sempre o olhar sobre a empresa como um todo.

4 Ações Simples para Alcançar os Objetivos da Empresa

A principal missão de um bom líder e gestor é fazer com que a empresa alcance os objetivos. Essa é a maior atribuição que você tem na vida como empresário. Se você conseguir isso, cumpriu o dever.

Conheça 4 medidas eficazes para ajudar sua empresa bater as metas:
1. PLANEJE
O primeiro passo é sentar e definir as estratégias, atividades, recursos, responsáveis e prazos para realizar cada um dos objetivos.

2. ALOQUE OS RECURSOS
A segunda etapa é alocar os recursos. De nada adianta fazer um belo planejamento, sem reservar os recursos necessários.

3. ACOMPANHE, COBRE RESULTADOS
Acompanhe de perto o andamento das atividades, através de reuniões semanais, mensais e mesmo diárias, dependendo da criticidade das metas.

4. AJUSTE O QUE NÃO ESTÁ FUNCIONANDO.
Se as coisas não estiverem saindo conforme planejado, ajuste as estratégias, os recursos, os prazos etc. Seja firme, mas ao mesmo tempo flexível.