Como fazer a empresa crescer rápido (6/15) – Cuide da sua imagem

, ,

Você é um empresário preocupado com a sua imagem e com a imagem do seu negócio? Acredita que o crescimento da empresa está diretamente relacionado com a imagem dela? Então fique sabendo que você está correto. A reputação, na verdade, é algo realmente importante e fundamental para fazer o negócio crescer de forma saudável.  

Mas você sabe o motivo disso? É simples. Isso porque se a sua empresa tiver uma reputação ruim, fica quase que impossível de crescer. Por outro lado, se sua imagem for muito boa no mercado as pessoas vão confiar mais em seu negócio e, consequentemente, vão comprar mais, o que vai fazer a sua empresa crescer.

Quer saber mais sobre esse assunto e entender ao certo sobre o risco de abalar a imagem da empresa? Então acompanhe agora mesmo o 6º vídeo da série “Como fazer a empresa crescer”, no qual falo a respeito de várias questões importantes relacionadas à imagem da empresa.

VÍDEO Como Fazer a Empresa Crescer Rápido (6/10) – Cuide da Sua Imagem

Como proteger a imagem da empresa

Quer saber como fazer o negócio crescer? Então antes de qualquer coisa você precisa ter em mente que a reputação da sua empresa é o bem mais valioso que você, como empresário, possui. Isso porque ao abalar a imagem é possível perder clientes, amigos, parceiros e até mesmo perder dinheiro.

E tem outro problema: levam-se anos para conseguir construir uma boa reputação, mas você pode perdê-la do dia para a noite. Basta cometer um pequeno deslize com o cliente ou um erro na entrega para que a imagem do seu negócio seja afetada negativamente.

Além disso, nunca se esqueça de que a sua imagem como empresário se confunde com a imagem da sua empresa, especialmente em uma pequena ou média empresa.

Dessa forma, quando a imagem da empresa é afetada, a sua como empresário também é. Por isso que é tão importante saber ao certo como proteger a sua reputação, porque essa é uma maneira eficaz de fazer a sua empresa crescer e evitar a fragilidade da imagem.

No entanto, tendo uma boa reputação, mesmo que você perca dinheiro, sua empresa consegue se recuperar, já que ela é uma marca confiável no mercado. E é exatamente por isso que hoje vou falar de 5 medidas importantes para você proteger a imagem da sua empresa. Confira elas logo abaixo.

1.      Seja sempre ético

A primeira delas é ser ético e resistir sempre às tentações do mundo corporativo que podem lhe desviar para o mau caminho. Seja o tempo todo um bom exemplo, tanto dentro da sua empresa quanto fora, com qualquer pessoa que você se relacionar. A ética vai ser cada vez mais uma vantagem competitiva.

As empresas querem criar relacionamentos que sejam duradouros, com pessoas confiáveis e isso faz com que o seu negócio cresça cada vez mais. Então mantenha-se ético o tempo inteiro. Além disso, se você tiver mais de cinco colaboradores, avalie a possibilidade de documentar um código de ética para que isso seja divulgado também de maneira mais explícita na sua organização.

2.      Conheça a Lei Anticorrupção Brasileira

A segunda medida é ter conhecimento a respeito de uma lei relativamente nova que tem no Brasil que é a Lei Anticorrupção Brasileira. Essa lei foi assinada há mais ou menos três anos e atinge todas as empresas, independente do tipo ou do tamanho.

Muitas vezes, nós, que temos pequenos e médios negócios, achamos que esse tipo de lei não nos atinge, mas, na verdade, essa lei atinge qualquer tipo de empresa. E não é preciso que você forneça diretamente para o governo, você pode, por exemplo, fornecer de maneira indireta, ou seja, fornece para um parceiro que fornece para o governo.

Nesse caso, você também está envolvido com a Lei Anticorrupção. Sendo assim, o mínimo a ser feito nesse caso é ler a lei, tomar conhecimento dela, para saber ao certo o quanto ela está influenciando na sua empresa. Essa é uma medida muito importante para proteger a reputação do negócio.

3.      Atenda bem o seu cliente

Já a terceira medida é muito importante também: atenda bem seu cliente. O cliente é o elo mais frágil para abalar sua reputação no mercado. Isso porque você está diariamente atendendo a clientes e, por isso, está sempre sujeito a um problema de entrega, a um produto com defeito ou com atraso, ou até mesmo a um mal-entendido. Tudo isso pode abalar a imagem da sua organização.

Tenha sempre em mente que é o cliente quem lhe coloca à prova para saber se a sua reputação é sólida ou não. Dessa forma, cuide da sua imagem e esteja sempre atento ao seu atendimento antes de qualquer coisa.

4.      Trate bem os seus colaboradores

Por sua vez, a quarta medida é tratar bem os seus colaboradores. Considere os seus funcionários como se eles fossem as pessoas mais importantes da sua empresa, mais ainda do que os clientes. É claro que você pode e deve ser firme com eles, mas ao mesmo tempo é necessário ser justo e gentil.

Nunca seja rude e nem humilhe ninguém, ainda mais os seus colaboradores que estão lá para lhe ajudar a fazer o seu negócio crescer. Trate-os o tempo todo muito bem, porque se o colaborador sai da empresa sentindo que foi destratado, ele pode sair falando mal de você para todo o mercado.

Dessa forma, trate muito bem seus colaboradores. Isso realmente compromete a sua imagem.

5.      Alinhe seu discurso à prática

Por fim, a quinta medida é alinhar a todo o tempo o discurso e a prática, ou seja, aquilo que você diz e aquilo que você faz. É necessário aproximar cada vez mais isso.

Por exemplo, se você fala internamente para os seus colaboradores que seu cliente pode receber produtos com atraso, porque as coisas são assim mesmo, e lá fora, para o cliente, você diz que ele é a pessoa mais importante do mundo, há uma inconsistência entre o que foi dito e o que foi realmente feito.

Sendo assim, as pessoas vão começar a considerar você uma pessoa pouco confiável, instável, e isso é muito ruim para a sua reputação. Então, preserve o tempo todo o discurso e a prática porque isso vai favorecer e muito a sua reputação no mercado.

Essas são as cinco medidas para você proteger a sua reputação e, com isso, aumentar de maneira significativa a chance de crescimento da sua empresa. Leve todas elas em consideração e cuide da imagem da empresa, certo? Todas essas questões são fundamentais para evitar e também para corrigir a fragilidade da imagem.

Dessa forma, a fragilidade da imagem pode realmente causar um impacto negativo no seu negócio. Entretanto, no total existem 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Para corrigir todas elas e entender como vender, inscreva-se para uma Mentoria Gratuita no link: http://as11fragilidades.com.br/mentoria/ para que depois de conhecer a sua empresa eu possa oferecer a mentoria máster.

Para ter acesso aos demais vídeos dessa série de como fazer a empresa crescer rápido e entender ao certo como proteger sua imagem é só se inscrever em meu canal no YouTube através desse link: http://bit.ly/CanalOthederaldo.

Como proteger a imagem da empresa (Caso Bettina – Empiricus)

Você, como empresário, cuida da reputação do seu negócio? Sabe por que preservar a imagem da empresa é importante? Além disso, consegue dizer o que é necessário fazer se a imagem da empresa for atingida por um motivo qualquer? Se ainda não parou para avaliar essas questões, a hora é agora.

Ter todas essas informações em mente, antes mesmo que algo aconteça, é fundamental para manter o seu negócio crescendo de forma saudável. Não se esqueça de que a reputação da empresa pode ser atingida quando você menos esperar, infelizmente.

Já ouviu falar na Bettina Rudolph da Empiricus? Esse caso é o principal exemplo que uso para falar sobre a imagem de uma empresa. Veja mais no vídeo a seguir:

Como proteger a imagem da empresa (Caso Bettina – Empiricus)

Fragilidade da imagem

Conseguiu entender um pouco melhor que cuidar da imagem da sua empresa é fundamental? Na verdade, ela é o bem mais valioso que você, como empresário, tem. Isso porque, se ela for atingida por algum motivo qualquer, você pode até mesmo perder clientes e, dessa forma, deixar de fazer bons negócios.

Mas, por que será que esse assunto é tão importante assim? É porque a reputação da empresa está diretamente ligada a uma das fragilidades e riscos que podem derrubar o seu negócio: a fragilidade da imagem. Portanto, caso um empresário não saiba ao certo como agir em um momento como esses, inúmeras consequências negativas podem afetar a empresa.

Dessa forma, ter essa resposta na ponta na língua é fundamental, porque você precisa ser rápido em um momento como esse. E eu vou explicar isso melhor.

Entenda porque preservar a imagem da empresa é importante

Preservar a imagem da empresa, além de permitir que ela continue crescendo de forma saudável, também faz com que clientes e fornecedores, por exemplo, continuem investindo cada vez mais no negócio, por confiarem nele. Afinal, é muito difícil um cliente que antes era fiel continuar comprando de uma empresa que teve sua imagem atingida. É por esses motivos, portanto, que preservar a imagem da empresa é tão importante.

Não se esqueça de que, como empresário, você estará sempre sujeito a ter sua imagem atingida, não importa como. Sabe por que isso acontece? Simplesmente pelo fato de estar presente no mercado. Sendo assim, é fundamental estar preparado e ser capaz de argumentar rapidamente caso algo aconteça.

Se você se retrai, fica com medo ou manda outra pessoa para falar em seu lugar é muito pior. O mais recomendado é se defender e dar informações, de forma que seja possível esclarecer o fato, tudo isso com um simples objetivo: que a imagem da sua empresa seja recuperada no mercado como um todo.

Quer entender o que fazer caso a reputação da sua empresa seja atingida? Além disso, quer saber como proteger a sua imagem e a da sua empresa?

Para exemplificar esse assunto, irei falar sobre um caso polêmico que envolve a preservação da imagem da empresa: O caso da Bettina, da empresa Empiricus. Acompanhe essa história logo a seguir!

Caso da Bettina Rudolph da Empiricus

Caso ainda não tenha ouvido falar no caso da Bettina, da empresa Empiricus, dê uma rápida pesquisada na internet para conseguir entender melhor o que vou falar agora. Apenas para contextualização, a Empiricus é uma empresa que produz e vende relatórios para ajudar as pessoas a investirem no mercado financeiro.

Por sua vez, a Bettina Rudolph é funcionária da Empiricus, uma espécie de garota propaganda que faz marketing para a empresa. O problema todo começou quando a Bettina gravou um vídeo dizendo que ela, com um capital inicial muito baixo, de R$ 1.500, conseguiu juntar mais de 1 milhão de reais em apenas três anos.

Mas, qual o problema disso? Calma que você vai entender! No vídeo, ela deixa claro que não fez nenhum grande depósito nesse período todo. Tudo o que ela conseguiu, portanto, foi mérito da inteligência dos relatórios que ela usou da Empiricus para conseguir fazer com que esse dinheiro se multiplicasse tão rápido.

E aí o problema todo começou, porque as pessoas caíram em cima dela dizendo que tudo não passava de propaganda enganosa, que isso era impossível de ter acontecido, que na verdade ela já era rica, e assim por diante.

Isso abalou fortemente, tanto a imagem dela, quanto da empresa, porque ela é funcionária da Empiricus, certo?

Mas o que a Bettina fez nessa hora? Ela começou a se defender imediatamente! Não se escondeu em momento algum, muito pelo contrário.

Ou seja, a Bettina conseguiu se defender bem e até mesmo reverter o quadro, porque tudo indica que a Empiricus até vendeu mais depois desse acontecimento. Então, ela conseguiu se conectar muito bem com o público, porque foi muito feliz na medida em que se defendia.

Dessa forma, as fragilidades financeiras, da venda, do cliente, do colaborador e do gestor podem realmente causar um impacto negativo no seu negócio. Entretanto, no total existem 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Para corrigir todas elas e fazer sua empresa crescer rápido, inscreva-se para uma Mentoria Gratuita no link: http://as11fragilidades.com.br/mentoria/

Para ficar por dentro de mais assuntos como esse e entender mais como proteger a imagem da empresa, inscreva-se o quanto antes em meu canal no YouTube por meio do link: http://bit.ly/CanalOthederaldo

VOCÊ É FUNCIONÁRIO, OU DONO DA EMPRESA?

, ,

Sabe aqueles locais em que você é tão bem atendido que todo mundo parece ser sócio do lugar? É quando dá vontade de perguntar: “Você é funcionário, ou o dono daqui?”

Apesar de raras de encontrar, essas são as Empresas Nota 10, que você faz questão de voltar, custe o que custar.

Se você conseguir tal façanha no seu negócio, fique certo que estará controlando três fragilidades perigosas. Sabe quais são?

A primeira é a Fragilidade do Colaborador. Porque quando você consegue fazer um colaborador seu atender tão bem assim, com um interesse genuíno no cliente, como se ele fosse o dono do negócio, você comprova que é capaz de três coisas difíceis: selecionar as pessoas certas para o seu negócio, treiná-las bem (deixando-as pronta para o trabalho) e, para completar, incutir na mente dos colaboradores que eles são uma peça-chave na engrenagem da empresa.

Portanto, ponto para você, comemore!

A segunda fragilidade que você mantém sob controle é a Fragilidade do Cliente. Porque atender bem é uma das medidas mais potentes para reter clientes, e atrair novos.

É importante dizer que o preço e a qualidade do produto são também medidas essenciais para lidar com a Fragilidade do Cliente. Um bom atendimento por si só não é suficiente, apesar de ter um peso enorme.

O resultado disso tudo é que as pessoas falarão bem de você e assim, de quebra, você melhora seu conceito no mercado, e controla mais uma fragilidade, que é a Fragilidade da Imagem, a terceira fragilidade dessa nossa história.

Como você pode perceber essas três fragilidades estão próximas, interligadas, uma empurra a outra, para o bem ou o mal. Portanto, atenção.

ALINHE SEU DISCURSO COM SUA PRÁTICA – CONTROLE A FRAGILIDADE DA IMAGEM

“DISCURSO E PRÁTICA SÃO DIFERENTES – MAS DEVEM ANDAR JUNTOS

Evite dizer uma coisa e fazer outra diferente. A regra vale para seus clientes, seus colaboradores, fornecedores e parceiros. Quando você se compromete com algo e não cumpre, as pessoas tendem a cobrá-lo e a vê-lo como alguém pouco confiável. Sem confiança, você não irá muito longe.

Se você fala para um cliente, por exemplo, que vai entregar o projeto no prazo, mas atrasa sem motivos justos, abrirá uma brecha na Fragilidade da Imagem. Portanto, seja congruente o máximo que puder entre o seu discurso e a sua prática.” extraído do livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

 

Aproveite e adquira o livro inédito “As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa“.

CUIDE COMO UM FILHO – FORTALEÇA SUA IMAGEM

CUIDE DA NATUREZA COMO SE ELA FOSSE UM FILHO SEU.
Zelar pelo bem da natureza parece uma orientação lógica, porém muitas empresas não dão a menor importância ao tema. Basta dar uma volta por aí para ver como várias empresas descartam lixo nas ruas, inclusive materiais nocivos, poluem os rios, soltam fumaça tóxica no ar. E, quando não o fazem diretamente, inúmeros empresários se importam pouco com o mal causado ao ambiente por outras empresas. Parece que o assunto não é com eles.

Além de ser nossa obrigação proteger o meio-ambiente, para que nossos filhos e as próximas gerações vivam melhor, agir em sentido contrário danifica não apenas a natureza, mas também a imagem da sua empresa”, extraído do livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

 

#As 11 Fragilidades
Aproveite e adquira o livro inédito “As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa“.

 

O SACO DE PANCADAS DA EMPRESA

,

Algumas fragilidades da empresa funcionam como um saco de pancadas, porque são atingidas com frequência por outras fragilidades. Uma delas é a Fragilidade Financeira, pois muitas das falhas que você comete prejudicam a receita da empresa.

Porém, existe uma fragilidade que é também muito acertada pelas demais e, nesse caso, o pior é que isso afetará diretamente a você, que dirige a empresa. Assista este vídeo para saber que fragilidade é essa e o que você deve fazer para evitar o problema.

E a fragilidade que serve como um grande saco de pancadas é a da Imagem. Isso porque são diversas as situações em que ela sofre os golpes de outras fragilidades. Por exemplo, se você atende mal os clientes, ele vai acabar falando mal da sua empresa. E sua empresa é você, a cara da sua empresa é a sua cara, especialmente nas pequenas e médias empresas.

Outro exemplo: quando você destrata seus colaboradores, e eles não aguentam mais e deixam sua empresa, podem sair por aí falando mal de você. E, quem sabe, eles vão trabalhar num cliente seu, e espalham a má imagem que têm de você por lá.

Quer saber um terceiro caso? É quando você fica sem dinheiro e começa a atrasar compromissos com os fornecedores, e as pessoas vão achar que você anda mal da vida e elas deixam de fazer negócios com sua empresa por conta disso.

São realmente muitos casos em que a Fragilidade da Imagem recebe de frente golpes de outras partes da empresa, que não conseguiram controlar suas próprias fragilidades.

E o curioso é que os empresários acham que dificilmente serão atingidos pela Fragilidade da Imagem. É porque eles consideram a reputação deles inabalável, claro porque são de fato pessoas íntegras. Porém, esquecemos que a preservação da nossa imagem, no contexto de uma empresa, não depende apenas de nós, mas também das pessoas que trabalham conosco, assim como de fatores externos.

É por esse motivo que eu bato sempre na mesma tecla: não adianta você corrigir algumas fragilidades (mesmo que sejam as que estão incomodando mais no momento). O segredo é corrigir todas as 11 Fragilidades, sem exceção, para blindar seu negócio de verdade.

Poderíamos até pensar que as Fragilidades Saco de Pancadas – como a Fragilidade da Imagem e a Financeira – deveriam receber mais atenção. Mas, os problemas muitas vezes não começam por elas e sim pelas fragilidades que as machucam.

A saída então para resolver o problema é controlar cada fragilidade como se ela fosse a única, sempre, e corrigir todas as 11 Fragilidades.

Se fizermos diferente, o que parecia inabalável, de tanto receber golpes, acaba não suportando e, no final das contas, cai e puxa a empresa junto.

 

PROTEJA SUA IMAGEM – CUIDADO COM O QUE FALA

“Você e seus representantes devem ser muito cautelosos quando fazem anúncios a respeito de ideias, crenças, objetivos e estratégias da sua empresa. Declarações impensadas ao público externo podem se voltar contra você, mesmo que suas intenções tenham sido as melhores possíveis.

Em entrevistas com a imprensa, durante seminários de apresentação da sua empresa, em visitas a clientes, em encontros associações de classe, nas rodas de amigos, entre outros contextos externos, é essencial ter um discurso pronto, bem-acabado, verdadeiro (porém apropriado!) da empresa.
Essa atitude contribuirá para garantir uma boa imagem da sua companhia.”, extraído do livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

#As 11 Fragilidades
Aproveite e adquira o livro inédito “As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa“.

 

CLIENTES: A MAIOR CAUSA DA FRAGILIDADE DA IMAGEM

“Dentre todas as causas que abalam sua reputação, a maior delas está no relacionamento da sua empresa com os clientes. É no dia a dia da prestação dos serviços que aumentam os riscos de a empresa cometer erros ou de haver algum mal-entendido. São situações assim que arranham a imagem da sua empresa.

Por exemplo, produtos entregues com defeito chateiam o cliente, testam sua paciência. O cliente precisa focar no negócio dele e, por isso, não quer perder tempo corrigindo as falhas dos seus fornecedores.

Dependendo do grau de tolerância do cliente, ele até admite que a empresa cometa equívocos uma vez ou outra. Mas se o problema ocorre com frequência, o cliente ficará desapontado e tenderá a falar mal da sua empresa. Com o objetivo de evitar desgastes com o cliente, um dos segredos é manter constância no bom atendimento. Se a empresa atende bem hoje e amanhã, Não, será vista como instável e pouco confiável”, extraído do livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

 

#As 11 Fragilidades
Aproveite e adquira o livro inédito “As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa“.

NÃO DANIFIQUE O MEIO AMBIENTE

CONTROLE A FRAGILIDADE DA IMAGEM

“Vivemos em uma época em que há uma percepção cada vez mais crescente dos males que estamos causando ao meio ambiente, assim como dos efeitos negativos que isso traz de volta para todos nós. Novas leis são publicadas a cada dia no intuito de preservar a natureza.

Nesse contexto, as empresas precisam intensificar os cuidados sempre que fornecem produtos passíveis de poluir o meio ambiente. Os consumidores estão de olhos bem abertos para as ações que vão contra o meio ambiente – por menores que essas ações possam aparentar.”,

extraído do livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

 

 #As 11 Fragilidades
Aproveite e adquira o livro inédito “As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa“.

O PERIGO MAIOR DA FRAGILIDADE DA IMAGEM: ATOS ILÍCITOS

ATOS ILÍCITOS ALIMENTAM A FRAGILIDADE FINANCEIRA

“Um dos territórios mais perigosos para sua empresa é o envolvimento em atos ilícitos, que contrariam a Lei. Uma grande empresa, se apanhada em uma tentativa de corrupção, moverá todos os meios disponíveis – que não são poucos – com o objetivo de se defender das acusações. Mas uma pequena ou média empresa dificilmente terá recursos suficientes para fazer o mesmo, se um problema semelhante de corrupção ocorrer com ela.

Há uma nova Lei em vigor, a 12.846 – Lei Anticorrupção Brasileira, que pode lhe causar sérios problemas, mesmo que você seja o empresário mais correto e bem-intencionado do mundo. Isso acontece porque cumprir a nova Lei não depende somente de você – mas também das pessoas que trabalham com você.

A Lei Anticorrupção Brasileira foi regulamentada em março de 2015 e encontra-se em pleno vigor. Aplica-se a todas as empresas, de qualquer setor, sem exceção. Vale para uma microempresa, para as pequenas e médias empresas e para grandes corporações.”, extraído do livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

 #As 11 Fragilidades
Aproveite e adquira o livro inédito “As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa“.