Como fazer a empresa crescer rápido (2/15) – Resolva 11 fragilidades

,

Você, como empresário, já deve ter percebido que para fazer a empresa crescer rápido é necessário usar algumas estratégias importantes, não é mesmo? Sendo assim, consegue imaginar qual o primeiro passo para fazer isso? Entender porque as empresas quebram é um bom começo? Será que para crescer é melhor aperfeiçoar aquilo que a sua empresa já tem de bom ou o melhor caminho é corrigir primeiro as suas fragilidades?

Todas essas questões precisam ser resolvidas para que você entenda finalmente como fazer a empresa crescer rápido e com solidez financeira. A boa notícia é que eu falo detalhadamente sobre tudo isso no vídeo a seguir, o segundo vídeo de uma série que estou gravando para ajudar a sua empresa crescer.

Sendo assim, acompanhe o vídeo para entender melhor todas as questões abordadas acima:

 Vídeo COMO FAZER A EMPRESA CRESCER RÁPIDO (2/15)

Como fazer a empresa crescer

Você sabe muito bem que a sua empresa tem pontos fortes e também tem fragilidades, certo? Levando isso em consideração, a principal pergunta a ser respondida aqui é: para você crescer, o que deveria ser feito em primeiro lugar? Você deveria melhorar aquilo que você tem de bom ou corrigir seus pontos fracos?

Qual seria a prioridade? Qual o melhor caminho para começar e finalmente fazer com que a sua empresa tenha um crescimento sustentável? Eu preciso lhe dizer que, apesar de ser mais agradável começar pelos pontos fortes, na verdade você precisa corrigir inicialmente as fragilidades da sua empresa e as suas como empresário. Somente assim é possível crescer de forma sustentável.

Resolver as 11 fragilidades é realmente muito importante para finalmente corrigir esses problemas e depois começar a aperfeiçoar as suas qualidades. Entenda mais sobre isso por meio de dois exemplos citados logo abaixo:

Fragilidade da venda

Em primeiro lugar, imagine que a sua empresa tem um produto excelente e também um serviço muito bom – é tão bom que os clientes não cansam de elogiar. Por outro lado, você percebe que está vendendo muito pouco. Então, o que está acontecendo? Se o produto é tão bom, por que você não está vendendo mais?

Pode ser que isso esteja acontecendo porque você tem uma fragilidade, uma dificuldade para vender. Ou porque você não sabe vender adequadamente, ou ainda porque você não prioriza a área comercial como deveria. Talvez você prefira ficar em casa cuidando do produto e de outras questões internas da empresa em vez de vender, por exemplo.

Isso, na verdade, é muito comum de acontecer quando o assunto são pequenas e médias empresas. Os empresários não costumam gostar muito de sair por aí vendendo, eles acham que se o produto for excelente as vendas vão acontecer automaticamente, mas isso raramente ocorre.

Então, a explicação para você não estar vendendo bem, apesar de ter um produto bom, é que você tem uma fragilidade, um ponto fraco quando o assunto é vender. Dessa forma, não vai adiantar você melhorar o seu produto cada vez mais – que seria uma força da sua empresa – se você não corrigir esse problema relacionado à venda.

Esse é o primeiro exemplo para ficar claro que antes de qualquer coisa é necessário corrigir os seus problemas para só depois aperfeiçoar seus pontos fortes.

Fragilidade do lucro

Vou lhe dar mais um exemplo: imagine que a sua empresa não consegue dar lucro. Isso, na verdade, é muito comum em pequenas e médias empresas, a gente trabalha feito um louco, fatura, coloca dinheiro para dentro, vende, mas não consegue ter lucro. Isso acontece com você também?  

Se a resposta for sim, é preciso ter em mente que se essa fragilidade não for resolvida não vai adiantar fazer mais nada na sua empresa. Você vende, vende e vende e não consegue extrair lucro dessas vendas. E aí você termina quebrando!

Mentoria empresarial

Eu dou mentoria para pequenos e médios empresários e nessa mentoria eu localizo junto com o empresário onde é que estão essas fragilidades, as 11 que existem, em que ponto da empresa elas estão exatamente, e depois sento com ele para que juntos possamos definir medidas e ações para remover esses pontos fracos.

Quando você faz isso, as suas chances de crescimento aumentam de modo significativo. Eu tenho ajudado empresários que, de fato, conseguem dobrar de tamanho em um tempo rápido. Isso acontece porque o meu método tem esse objetivo, de fazer com que você cresça com rapidez.

Além de rápido, é necessário também crescer com solidez financeira. Primeiro eu ofereço uma mentoria gratuita de uma hora, para conversar com você, entender os problemas da sua empresa e ver se eu realmente consigo ajudar. A partir dessa conversa inicial, se você tiver interesse, você se inscreve para a Mentoria Máster, a qual analisa a empresa como um todo!

Dessa forma, as fragilidades financeiras, da venda, do cliente, do colaborador e do gestor podem realmente causar um impacto negativo no seu negócio. Entretanto, no total existem 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Para corrigir todas elas e fazer sua empresa crescer rápido, inscreva-se para uma Mentoria Gratuita no link: http://as11fragilidades.com.br/mentoria/

Para continuar assistindo todos os vídeos dessa série e entender ainda mais sobre como fazer a empresa crescer rápido e com solidez financeira basta se inscrever em meu canal no YouTube através desse link: http://bit.ly/CanalOthederaldo.

Como fazer a empresa crescer rápido (1/15) – As 11 fragilidades

,

Quer fazer a sua empresa crescer rápido, mas ainda não sabe de que forma? Então a boa notícia é que você está no lugar certo! Afinal de contas, logo abaixo será possível assistir a um vídeo que fala exatamente sobre isso: como fazer a empresa crescer rápido e com solidez financeira.

Esse vídeo, na verdade, é o primeiro de uma série de vídeos que irei fazer sobre o assunto. E é claro que eu recomendo que você não perca nenhum deles. Isso porque essa será uma excelente maneira de fazer o seu negócio crescer removendo seus 11 pontos fracos.

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe o primeiro vídeo logo a seguir:

Vídeo: COMO FAZER A EMPRESA CRESCER RÁPIDO (1/15)

Entenda porque as empresas quebram

Ao contrário do que muitos empresários imaginam, as empresas quebram sim. E isso acontece por diferentes motivos. Sabe como tenho tanta certeza disso? Ao longo de muitos anos dando mentoria empresarial para pequenas e médias empresas, percebi que, na verdade, existem 11 riscos que podem fazer com que esse problema aconteça.

Praticamente 100% das empresas acabam tendo esses pontos fracos, os quais precisam ser corrigidos o quanto antes. Se não forem, dois problemas mais graves podem surgir, são eles:

1. Crescimento lento

O primeiro grande problema é que a sua empresa não cresce ou ela cresce muito devagar, fica minguando. Ou seja, você trabalha feito um louco e não consegue fazer a empresa dar um salto, ela anda apenas a passos de tartaruga.

E sabe qual a consequência disso? Você não consegue ganhar dinheiro nem para a empresa e muito menos para você mesmo.

2. Crescimento sobre bases frágeis

Já o segundo problema, ainda mais perigoso do que o primeiro, é quando a empresa cresce, começa a ganhar dinheiro e aparentemente está tudo bem, tudo fluindo da forma correta. No entanto, a grande questão é que todo o crescimento se deu sobre bases frágeis e, dessa forma, a empresa pode quebrar a qualquer momento sem que você, como empresário, perceba.

Esse crescimento sobre bases frágeis, infelizmente, acontece por diversas razões, por isso é importante estar sempre atento.

As 11 fragilidades

As 11 fragilidades de uma empresa, além de causarem problemas mais sérios se não forem evitadas ou corrigidas, também possuem quatro características que acabam as tornando ainda mais perigosas. Quer saber quais são elas?

A primeira de todas é que essas fragilidades atuam em conjunto. Na verdade, elas trabalham integradas para derrubar a sua empresa. Já a segunda característica é que elas ficam escondidas. Ou seja, estão na sua frente, você é capaz de pisar nelas, mas não consegue ver. Sendo assim, elas levam perigo ao negócio.

Infelizmente, ainda existem mais características. A terceira é que elas agem de repente: quando você menos imagina, elas “caem do céu” na sua cabeça e causam um dano muito grande à empresa. Por fim, a quarta e última é que essas fragilidades, de fato, são capazes de tirar praticamente todas as forças que a sua empresa possui.

Como fazer a empresa crescer

Mas, então, será que é realmente possível fazer a empresa crescer rápido? É claro que sim. Entretanto, a única solução é remover esses obstáculos antes de qualquer coisa. Eu realmente não conheço uma saída melhor e mais eficaz do que essa.

É necessário resolver todos esses 11 pontos fracos. Tenha sempre em mente de que nada adianta apenas aperfeiçoar aquilo que você tem de bom, ou seja, melhorar as suas forças. É preciso também remover todas as fragilidades para que a empresa cresça de forma saudável.

Porque a mentoria ajuda a empresa a crescer

Sabe como eu sei de tudo isso? É porque nos últimos 13 anos venho ajudando pequenos e médios empresários a resolver os riscos e as fragilidades das suas empresas. Dessa forma, consegui chegar à conclusão, depois de todo esse tempo, de que existem, ao todo, 11 pontos fracos que você precisa remover para que o seu negócio volte a crescer.

Esses pontos fracos atingem praticamente 100% das empresas. Eu também dou mentoria para pequenas e médias empresas e, dessa forma, tenho oportunidade de testar o meu método de resolução dessas fragilidades e ele realmente é muito eficaz.

Alguns empresários que eu ajudei dobraram as vendas do negócio em menos de três meses. Outros aumentaram o tamanho da empresa em quase duas vezes. Outros ainda começaram a dar mais resultados, do ponto de vista financeiro, com mais lucros e uma série de outros benefícios que eles têm adquirido por conta dessa intervenção, desse método que eu utilizo na mentoria.

Dessa forma, as fragilidades financeiras, da venda, do cliente, do colaborador e do gestor podem realmente causar um impacto negativo no seu negócio.

Entretanto, no total existem 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Para corrigir todas elas e fazer sua empresa crescer rápido, inscreva-se para uma Mentoria Gratuita no link: http://as11fragilidades.com.br/mentoria/ para que depois de conhecer a sua empresa eu possa oferecer a mentoria máster.

Quer continuar acompanhando os próximos vídeos que virão depois desse? Então a dica é que você se inscreva em meu canal no YouTube através desse link: http://bit.ly/CanalOthederaldo.

Assim, além de fazer parte da melhor audiência de empresários do Brasil, também vai receber sempre dicas importantes de como fazer a empresa crescer rápido e com solidez financeira.

Porque as empresas quebram – O problema do lucro

Já parou para pensar por que as empresas quebram? Sabe quais são os motivos que fazem isso acontecer? Na verdade, existem ao todo 11 razões que fazem com que uma empresa quebre e que, portanto, precisam ser evitadas. Uma das principais, com toda a certeza, são os problemas financeiros.

Afinal de contas, um negócio que não possui rentabilidade suficiente não é capaz de se manter em pé durante muito tempo, infelizmente. Mesmo vendendo bem e aumentando a quantidade de clientes, muitas empresas simplesmente não conseguem ter lucro. Mas, por que será que isso acontece? Será que é falta de esforço?

Quer entender mais sobre como proteger o seu negócio do problema financeiro? Então é só assistir ao vídeo a seguir e prestar bastante atenção!

 Vídeo: PORQUE AS EMPRESAS QUEBRAM – O PROBLEMA DO LUCRO

Entenda porque as empresas quebram

Como já mencionado antes e mostrado no vídeo, existem 11 motivos principais que fazem com que uma empresa quebre. No entanto, iremos falar de apenas um, que é o déficit financeiro. Sua empresa já passou por algum problema desse tipo? Como foi a sua experiência? De que forma você, como empresário, conseguiu superar isso?

Ao contrário do que muitos pensam, é comum que as empresas enfrentem problemas relacionados à lucratividade e a rentabilidade, por exemplo. Talvez você já tenha sofrido na sua empresa algum problema de rentabilidade ou talvez não possua ainda a rentabilidade que gostaria.

Mas, como assim? É simples de entender: muitos negócios até têm alguma rentabilidade, no entanto, ela não é suficiente para realmente cobrir todos os custos e ainda gerar lucro. Eu mesmo já enfrentei problemas relacionados a esse assunto no passado e até quase quebrei por conta disso.

E é exatamente por isso que hoje falo com muita certeza a respeito da importância de ficar longe de qualquer tipo de problema financeiro.

Fragilidade financeira

De qualquer forma, independentemente se a sua empresa já enfrentou esse tipo de problema ou não, é importante ter em mente que a baixa rentabilidade e/ou o prejuízo é uma fragilidade financeira muito grave, a qual precisa ser resolvida o quanto antes.

E sabe por quê? Porque se demorar a resolver, tudo pode virar uma bola de neve e passar por cima da sua empresa. Em outras palavras, sua empresa vai quebrar. Caso não saiba, existem quatro razões que fazem com que o seu negócio tenha prejuízos, ou seja, que não atinja uma rentabilidade ideal para manter o fluxo de caixa.

Entenda melhor quais são essas razões logo a seguir.

1. Negociar com uma empresa maior

A primeira delas é quando você, como uma pequena ou média empresa, tem dificuldade em negociar com um cliente (outra empresa) que é muito maior do que você. Isso acontece porque essa empresa tem um poder de barganha maior e é capaz de fazer uma determinada proposta que, caso você não aceite, para ele não terá nenhum problema, uma vez que existem outras empresas que prestam o mesmo serviço, por exemplo.

E você, na ânsia de fechar com aquele cliente e não perdê-lo, acaba aceitando as condições que ele colocou na mesa e fecha o contrato por um valor insuficiente. Essa é uma razão muito comum, responsável por quebrar pequenas empresas que negociam com empresas maiores.

2. Ter um concorrente maior

Já a segunda razão, ainda falando em negociar com uma empresa maior, é que muitas vezes você se depara com um concorrente que é bem maior do que você. E isso acaba fazendo com que o seu negócio precise se destacar de alguma forma para conseguir vender o produto ou serviço.

O certo, nesses casos, seria usar a sua especialização como principal arma. Ou seja, a sua capacidade de atender melhor do que a grande empresa, porque você conhece aquilo como ninguém e também tem mais velocidade e outras vantagens.

Mas, muitas vezes você cede à pressão do concorrente maior e termina só conseguindo ganhar a concorrência por conta do preço. Algo que é bastante errado!

3. Ter baixa produtividade

Uma terceira razão é que as pequenas empresas normalmente não têm uma produtividade muito boa dentro do negócio. Dessa forma, a baixa produtividade faz com que a empresa precise de um esforço muito grande para entregar pouco e por isso não dá para ter rentabilidade com o projeto.

4. Não saber calcular a rentabilidade e a lucratividade

A quarta e última razão da baixa rentabilidade é não saber como calcular muito bem as questões relacionadas à lucratividade e a rentabilidade.

Tem uma ciência financeira por trás disso, não que seja algo muito complexo, mas é normal que um pequeno ou médio empresário não consiga entender muito bem esse assunto e, com isso, acabe fazendo os cálculos da forma errada. Assim, ele só descobre depois que teve vários prejuízos por conta disso.

Dessa forma, as fragilidades financeiras, da venda, do cliente, do colaborador e do gestor podem realmente causar um impacto negativo no seu negócio. Entretanto, no total existem 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Para corrigir todas elas e fazer sua empresa crescer rápido, inscreva-se para uma Mentoria Gratuita no link: http://as11fragilidades.com.br/mentoria/.

Para ficar sempre por dentro de assuntos como esse e evitar ao máximo que sua empresa quebre um dia ou enfrente algum grande problema, inscreva-se em meu canal no YouTube por meio do link: http://bit.ly/CanalOthederaldo.

Como a Mentoria Ajuda a Empresa Crescer

Você, pequeno ou médio empresário, está se perguntando como vender mais? Quer saber se vale a pena buscar uma mentoria para sua empresa? Quer entender como uma mentoria ajuda a empresa crescer? Este vídeo é o primeiro vídeo da série de vídeos sobre Mentoria Empresarial. Esses vídeos irão te ajudar a entender o que é uma mentoria empresarial e porque uma mentoria é importante.

[powerpress]

Como proteger a imagem da empresa (Caso Bettina – Empiricus)

Você, como empresário, cuida da reputação do seu negócio? Sabe por que preservar a imagem da empresa é importante? Além disso, consegue dizer o que é necessário fazer se a imagem da empresa for atingida por um motivo qualquer? Se ainda não parou para avaliar essas questões, a hora é agora.

Ter todas essas informações em mente, antes mesmo que algo aconteça, é fundamental para manter o seu negócio crescendo de forma saudável. Não se esqueça de que a reputação da empresa pode ser atingida quando você menos esperar, infelizmente.

Já ouviu falar na Bettina Rudolph da Empiricus? Esse caso é o principal exemplo que uso para falar sobre a imagem de uma empresa. Veja mais no vídeo a seguir:

Como proteger a imagem da empresa (Caso Bettina – Empiricus)

Fragilidade da imagem

Conseguiu entender um pouco melhor que cuidar da imagem da sua empresa é fundamental? Na verdade, ela é o bem mais valioso que você, como empresário, tem. Isso porque, se ela for atingida por algum motivo qualquer, você pode até mesmo perder clientes e, dessa forma, deixar de fazer bons negócios.

Mas, por que será que esse assunto é tão importante assim? É porque a reputação da empresa está diretamente ligada a uma das fragilidades e riscos que podem derrubar o seu negócio: a fragilidade da imagem. Portanto, caso um empresário não saiba ao certo como agir em um momento como esses, inúmeras consequências negativas podem afetar a empresa.

Dessa forma, ter essa resposta na ponta na língua é fundamental, porque você precisa ser rápido em um momento como esse. E eu vou explicar isso melhor.

Entenda porque preservar a imagem da empresa é importante

Preservar a imagem da empresa, além de permitir que ela continue crescendo de forma saudável, também faz com que clientes e fornecedores, por exemplo, continuem investindo cada vez mais no negócio, por confiarem nele. Afinal, é muito difícil um cliente que antes era fiel continuar comprando de uma empresa que teve sua imagem atingida. É por esses motivos, portanto, que preservar a imagem da empresa é tão importante.

Não se esqueça de que, como empresário, você estará sempre sujeito a ter sua imagem atingida, não importa como. Sabe por que isso acontece? Simplesmente pelo fato de estar presente no mercado. Sendo assim, é fundamental estar preparado e ser capaz de argumentar rapidamente caso algo aconteça.

Se você se retrai, fica com medo ou manda outra pessoa para falar em seu lugar é muito pior. O mais recomendado é se defender e dar informações, de forma que seja possível esclarecer o fato, tudo isso com um simples objetivo: que a imagem da sua empresa seja recuperada no mercado como um todo.

Quer entender o que fazer caso a reputação da sua empresa seja atingida? Além disso, quer saber como proteger a sua imagem e a da sua empresa?

Para exemplificar esse assunto, irei falar sobre um caso polêmico que envolve a preservação da imagem da empresa: O caso da Bettina, da empresa Empiricus. Acompanhe essa história logo a seguir!

Caso da Bettina Rudolph da Empiricus

Caso ainda não tenha ouvido falar no caso da Bettina, da empresa Empiricus, dê uma rápida pesquisada na internet para conseguir entender melhor o que vou falar agora. Apenas para contextualização, a Empiricus é uma empresa que produz e vende relatórios para ajudar as pessoas a investirem no mercado financeiro.

Por sua vez, a Bettina Rudolph é funcionária da Empiricus, uma espécie de garota propaganda que faz marketing para a empresa. O problema todo começou quando a Bettina gravou um vídeo dizendo que ela, com um capital inicial muito baixo, de R$ 1.500, conseguiu juntar mais de 1 milhão de reais em apenas três anos.

Mas, qual o problema disso? Calma que você vai entender! No vídeo, ela deixa claro que não fez nenhum grande depósito nesse período todo. Tudo o que ela conseguiu, portanto, foi mérito da inteligência dos relatórios que ela usou da Empiricus para conseguir fazer com que esse dinheiro se multiplicasse tão rápido.

E aí o problema todo começou, porque as pessoas caíram em cima dela dizendo que tudo não passava de propaganda enganosa, que isso era impossível de ter acontecido, que na verdade ela já era rica, e assim por diante.

Isso abalou fortemente, tanto a imagem dela, quanto da empresa, porque ela é funcionária da Empiricus, certo?

Mas o que a Bettina fez nessa hora? Ela começou a se defender imediatamente! Não se escondeu em momento algum, muito pelo contrário.

Ou seja, a Bettina conseguiu se defender bem e até mesmo reverter o quadro, porque tudo indica que a Empiricus até vendeu mais depois desse acontecimento. Então, ela conseguiu se conectar muito bem com o público, porque foi muito feliz na medida em que se defendia.

Dessa forma, as fragilidades financeiras, da venda, do cliente, do colaborador e do gestor podem realmente causar um impacto negativo no seu negócio. Entretanto, no total existem 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Para corrigir todas elas e fazer sua empresa crescer rápido, inscreva-se para uma Mentoria Gratuita no link: http://as11fragilidades.com.br/mentoria/

Para ficar por dentro de mais assuntos como esse e entender mais como proteger a imagem da empresa, inscreva-se o quanto antes em meu canal no YouTube por meio do link: http://bit.ly/CanalOthederaldo