Como avaliar os riscos da empresa – a probabilidade e o impacto do risco

,

Fazer o gerenciamento de riscos na empresa é uma de suas maiores preocupações? Mas será que você sabe realmente como avaliar esses riscos? Aliás, não só os riscos da empresa, mas também os seus como empresário!

Se ainda tem dúvidas sobre o assunto, saiba que essa informação é fundamental para o crescimento do seu negócio. Sendo assim, confira neste vídeo como saber avaliar o risco da empresa e, além disso, qual a importância de entender sobre o impacto do risco:

COMO AVALIAR OS RISCOS DA EMPRESA.

Probabilidade do risco

E agora, já sabe como é que você avalia os riscos da sua empresa? Será que você costuma olhar apenas para a probabilidade do risco a acaba deixando outras variáveis de lado? É claro que entender a probabilidade do risco é importante, mesmo que ela seja muito baixa.

Afinal, essa questão já pode te ajudar e muito, como empresário, a ficar atento àquilo que tem chances, mesmo que mínimas, de trazer algo negativo para o seu negócio.

Entretanto, você não deve olhar e analisar apenas a probabilidade do risco. Existe também outro item muito importante que todos os empresários devem analisar. Sabe qual? O impacto do risco!

Impacto do risco

Mas afinal, o que é o impacto do risco? Por que ele é tão importante assim? Em primeiro lugar, o impacto do risco é toda consequência que um determinado risco tem, mesmo com uma probabilidade baixa, de deixar impactos negativos no seu negócio.

Quer exemplos de que impactos são esses? Pode ser um dano financeiro, um impacto negativo na imagem da sua empresa, entre muitas outras coisas. Dessa forma, se o impacto do risco for alto, você precisa levá-lo em consideração, mesmo que a probabilidade desse risco realmente acontecer seja baixíssima.

Como saber o risco da empresa

O grande problema é que nós, como empresários, fazemos exatamente o contrário. Ou seja, quando a probabilidade do risco é baixa de acontecer, normalmente deixamos para depois, não priorizamos esse risco. Você pode estar se perguntando como eu sei que isso acontece, acertei?

É simples! Como dou mentoria para vários empresários, uma das coisas mais comuns que vejo quando eu sento com eles para identificar os riscos da empresa é que eles querem deixar determinado risco de lado, se o mesmo possui uma probabilidade baixa de acontecer. Em outras palavras, querem adiar a conversa relacionada a um risco que é mais difícil de acontecer.

Entretanto, você sabe qual o problema de fazer isso? Imagina o quão perigoso pode ser para a sua empresa se um risco de alto impacto acontecer? Se você não estiver preparado, ele pode causar sérios problemas para o seu negócio.

Entenda isso melhor por meio de dois exemplos:

1. Cliente muito bom

Imagine que você tem um cliente muito bom, que ele representa mais de 50% da sua receita, do seu faturamento total. Dessa forma, eu lhe pergunto: qual é a probabilidade desse seu cliente ir embora, desistir da sua empresa, cancelar o contrato com você?

Você até pode responder: essa probabilidade é muito baixa, porque esse cliente já está comigo há muitos anos, ele está muito satisfeito com o serviço, eu visito ele periodicamente, além do mais, ele usa um serviço da minha empresa que é essencial para o negócio dele.  Eu também cobro um preço que compete muito bem com o da concorrência, quer dizer, não tem motivo nenhum para ele ir embora.

Bom, isso pode até ser verdade, mas e se ele for embora da sua empresa? E se ele cancelar o contrato? Qual é o impacto que isso trará para você? Com certeza esse impacto será muito grande, uma vez que ele representa mais da metade do faturamento. Ou seja, praticamente a empresa gira em torno desse cliente.

E o cliente pode sair mesmo que ele esteja muito satisfeito com a sua empresa. De repente ele próprio entrou em uma crise financeira e não consegue mais manter o contrato com você.

2. Você fazendo tudo na empresa

O segundo exemplo fala diretamente de você, como empresário. Imagine o seguinte: em uma pequena ou média empresa, normalmente, nós empresários, fazemos quase tudo. Nós vendemos, atendemos o cliente, produzimos o serviço, cuidamos do financeiro, do administrativo, selecionamos os funcionários, fazemos de tudo.

E a pergunta é: se você por algum motivo se ausentar da sua empresa, tiver um problema pessoal, um problema de saúde, o que vai acontecer? Quais prejuízos você vai ter? Talvez você até pare de faturar, pare de gerar receita, porque se você é responsável pela maior parte das atividades da sua empresa e se ausenta, como é que ela vai sobreviver sem você?

Você pode dizer: mas eu sou muito novo, tenho 40 e poucos anos, cuido da minha saúde, durmo bem, como bem, faço exercícios físicos, isso não vai acontecer comigo. Porém, mesmo que a probabilidade seja baixa, se acontecer, o dano para a sua empresa pode ser muito grande.

Percebeu nesses dois exemplos como fica mais claro de entender que, mesmo que a probabilidade do risco seja baixa de acontecer, o dano para a sua empresa pode ser muito grande, podendo até mesmo inviabilizar o seu negócio? É por isso que você realmente precisa avaliar tanto a probabilidade quanto o impacto dos ricos da empresa!

Sendo assim, para saber como fazer a empresa crescer é fundamental que você tenha em mente a importância de fazer a gestão de riscos da melhor maneira. Além disso, é preciso também evitar as 11 fragilidades que derrubam sua empresa. Mas, quais são elas e como entender de que forma evitá-las? Basta acessar meu livro pelo link http://livro.as11fragilidades.com.br/ e ver tudo isso de forma detalhada.

Se você gostou dessas dicas sobre como saber avaliar o risco da empresa e quer saber mais sobre assuntos capazes de ajudar o seu negócio a crescer de forma saudável, então se inscreva em meu canal no YouTube e faça parte da melhor audiência de empresários do Brasil. Basta acessar este link: https://www.youtube.com/channel/UCt42WaM9p78BBzW-Fb6StKQ.