3 Dicas Essenciais Para Vender Mais, Muito Mais!

Vender é o motivo principal da existência de qualquer negócio. Entretanto, especialmente entre as pequenas e médias empresas, existem algumas coisas que podem ser feitas para melhorar os resultados gerando um maior número de vendas e consequente crescimento.

Tais cuidados são alternativas que respondem a pergunta sobre como conduzir o risco de não vender, questão essa que tanto assombra alguns empresários. Sem vendas, a empresa está fadada ao fracasso e ao fechamento de suas portas.

Em menos de 5 minutos falo de algumas dicas sobre como aumentar as vendas. Elas são simples e podem ser acrescentadas hoje mesmo na rotina do seu negócio. Por isso, não deixe de assistir o conteúdo antes de continuar a sua leitura:

https://youtu.be/tXrDLBFhCy0

3 Dicas sobre Como Vender Mais

Aumentar as vendas é o foco principal de todos os negócios que estão no mercado. Para expandir, é necessário elevar tais números e por isso a importância em dedicar-se a atrair mais clientes e também vender mais para aqueles que já estão em sua carteira.

Confira a seguir as três dicas dadas no vídeo, que são incrivelmente básicas e necessárias quando o assunto é saber como aumentar as vendas. Mais detalhadas, veja como colocar cada uma delas em prática! Faça os ajustes hoje e surpreenda-se com os resultados amanhã:

1.      Se convença de que você tem que ser o melhor vendedor da empresa

Quem é o melhor vendedor da sua empresa? A primeira dica inicia-se com esta pergunta. É claro que pode ter vindo a sua mente aquele funcionário que está sempre no top 1 das vendas, mas será que considerá-lo como melhor vendedor é o certo?

Acontece que para aumentar as vendas é preciso que você, empresário, esteja nesta posição!

Por mais que hoje você se preocupe com questões administrativas, financeiras e legais da empresa, a essência da venda jamais poderá ser perdida. Você deve estar pronto para vender sempre e ser o melhor vendedor!

Além disso, quando se pensa em vendas, você deve ir além da venda de balcão. Você deve vender a sua empresa para os colaboradores, para seus parceiros e fornecedores. Quanto melhor for essa venda, mais forte a empresa estará no mercado.

Por isso, não pense que deixar o serviço administrativo de lado por alguns momentos será algo ruim. Pelo contrário, são os olhos do dono que engordam o gado e estar ali, próximo às vendas, trará excelentes resultados no curto e no longo prazo!

2.      Tenha domínio completo do seu produto

Outra dica importante para quem precisa saber como aumentar as vendas diz respeito ao seu domínio a respeito do produto ou serviço oferecido. É claro que, tecnicamente, você sabe cada detalhe, entretanto nem todos os seus clientes serão conquistados apenas pelas características técnicas, não é mesmo?

Para fazer um maior número de vendas é preciso conhecer bem os benefícios que o seu produto vai proporcionar para o cliente. Por exemplo, quais dores e problemas podem ser sanados a partir do momento em que o seu cliente tiver em mãos seu produto? Como isso tudo poderá trazer melhor qualidade de vida para o cliente?

Se você sabe vender utilizando-se deste tipo de conhecimento e informação, parabéns! Já está na frente de muitos empresários que se utilizam apenas da tabela técnica para argumentar.

Outro ponto importante aqui é conhecer mais os potenciais clientes. Quem são eles e quais são seus problemas mais urgentes? Quais são as dores que precisam ser tratadas e as maiores necessidades a se resolver?

3.      Se desenvolva como vendedor

Quer saber como aumentar as vendas? Se desenvolva! Vender exige técnicas e habilidades que nem sempre são inerentes a todas as pessoas, afinal nem todos nasceram com o dom da venda. Entretanto, com persistência, é possível melhorar sim!

Por exemplo, você pode ler livros, fazer cursos virtuais ou físicos, ter mentorias com grandes nomes de vendas e muito mais. Essas são alternativas para quem busca se desenvolver como vendedor para ter melhores resultados. O importante é sair da zona de conforto!

Em resumo, procure melhorar continuamente! Não existe um limite para se capacitar em ser um bom vendedor, por isso é importante nunca parar de buscar conhecimento. Converse com pessoas que já passaram pelo menos trajeto que você e que hoje alcançaram suas metas.

Sem vendas, é fato que a empresa não pode progredir e para vender é preciso antes de tudo atentar-se não só a fragilidade da venda, mas também as demais 11 Fragilidades que Derrubam Sua Empresa. Aproveite para conferir um conteúdo completo e detalhado em meu livro pelo link: http://livro.as11fragilidades.com.br/.

Quero lhe convidar a fazer parte da maior audiência de empresários e empreendedores focados em fazer a empresa crescer. Inscreva-se no canal do YouTube e não perca vídeos rápidos sobre como vender mais e ter melhores resultados no negócio. Acesse pelo link: https://www.youtube.com/channel/UCt42WaM9p78BBzW-Fb6StKQ.

3 Ações Para Aumentar as Vendas

Você quer saber como aumentar as vendas da sua empresa? É bastante provável que sim! As vendas são o combustível do seu empreendimento e sem elas o negócio não pode crescer ou tão pouco manter suas portas abertas. Em menos de 5 minutos dou 3 importantes dicas sobre como vender mais, não deixe de assistir!

Aumentar as vendas é necessário para expandir o negócio. Mas, para fazer mais vendas é preciso saber como vender! Veja 3 dicas sobre como vender mais:

1.      Se convença de que você tem que ser o melhor vendedor da empresa

Essa é uma regra aplicável a todos os negócios, especialmente aos menores. Quem é o melhor vendedor da empresa? Se a resposta não for “eu”, algo está errado e precisa ser revisto!

Quanto mais tempo você se dedicar as vendas, mais elas serão alavancadas, pois não existe ninguém melhor que o empresário/empreendedor para fazer boas vendas.

2.      Tenha domínio completo do seu produto

Muito mais do que ter domínio técnico sobre seu produto ou serviço, o que provavelmente você já tem, entenda quais problemas e dores o seu produto pode resolver na vida do cliente.

Se ele resolver problemas, é evidente que as vendas vão aumentar e isso porque o público verá uma maior utilidade, facilitando a compra ou contratação. Mas, é preciso saber detalhes para fazer melhores vendas, certo?

3.      Se desenvolva como vendedor

Como conduzir o risco de não vender? Simples! Procure se desenvolver como vendedor! Vendas requerem habilidades e técnicas que nem sempre são inerentes ao homem. Por isso, desenvolver-se é tão importante!

Procure ler livros sobre vendas, faça cursos virtuais e físicos e vá a campo para aprender a fazer vendas na prática. Também crie discursos estratégicos, visite clientes e melhore sua abordagem a cada novo dia.

Mais do que descobrir como conduzir o risco de não vender, é necessário estar de olhos abertos para combater as 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa. Em meu livro, falo detalhadamente sobre cada uma delas, por isso acesse agora o LIVRO.

Quer fazer parte da melhor audiência de empresários do YouTube para acompanhar outros conteúdos como este? INSCREVA-SE NO CANAL e tenha acesso a vídeos que ajudarão a profissionalizar o seu negócio.

Por Que Você Deve Decidir na Empresa (Mesmo Que Não Goste)?

Você gosta de tomar as decisões da empresa ou prefere abster-se delas? Evidentemente, decidir envolve riscos, mas o risco de não tomar decisão é muito maior! Em menos de 5 minutos falo sobre isso nesse vídeo, por isso não deixe de assistir!

Fazer o empreendimento crescer é o desejo e a meta de todos os empresários, entretanto, sair da zona de conforto nem sempre é algo simples de se fazer. Decidir sobre aquilo que é incerto pode gerar muitas dúvidas e neste momento é comum que alguns empresários percebam que não gostam de estar no controle, tomando as decisões.

Decidir é necessário! São as decisões que fazem com que a empresa se movimente e, mesmo no erro, existe um maior número de oportunidades do que quando se decide ficar parado.

Decidir envolve riscos, é verdade, mas proporciona também o crescimento que o negócio tanto procura e espera. Por isso, mesmo que você não goste de estar nessa posição, trabalhe a fragilidade da decisão e não delegue tal tarefa. Com o tempo, decidir será mais fácil, porque você vai aprender a decidir melhor!

Mais do que entender a fragilidade da decisão, é preciso saber quais são as 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa. Para conferir o conteúdo, com detalhes e dicas sobre como profissionalizar a empresa, ACESSE O LIVRO INÉDITO.

Gostou deste vídeo sobre o risco de não tomar decisão? Então não deixe de se inscrever no canal do empresário de sucesso para acompanhar outros vídeos mais que serão publicados. INSCREVA-SE NO CANAL.

Mesmo que Não Goste, Você Deve Ser o Primeiro a Decidir na Empresa

O risco de não tomar decisão é tão grande quanto o de errar. Aliás, há quem defenda o fato de que decidir errado ainda é melhor, visto que com isso a empresa pode aprender com os erros, gerar novas oportunidades, andar para a frente, crescer!

Quando você tem que assumir o controle e decidir, qual é o sentimento? Você gosta de estar nesta posição ou a delegaria facilmente para outros que estão ao seu redor, especialmente sócios ou gestores que atuam na frente da empresa?

Antes de responder a tais perguntas, assista a este vídeo rápido em que falo sobre a fragilidade da decisão e sobre a importância de superar o seu medo de tomar as decisões no negócio:

https://youtu.be/zg9XDcVJSik

Você gosta de decidir?

Decidir o futuro do negócio não está entre as tarefas prediletas dos gestores. Isso porque, uma escolha errada pode prejudicar tanto a imagem da empresa quanto os resultados por ela obtidos. Entretanto, não dá para fugir das situações em que se faz necessário escolher.

Além do mais, conforme você for tomando decisões criará gosto e senso para decidir corretamente. Com o tempo, decisões que hoje lhe parecem bastante difíceis passarão a ser tomadas mais rapidamente graças a sua expertise e conhecimento no assunto.

A dificuldade para decidir deve ser trabalhada diariamente para que seja cada vez mais fácil decidir e também acertar. Seja em uma contratação, no investimento para um novo projeto ou para decidir-se sobre entrar ou não em um novo mercado, você precisa assumir este controle.

Decidir envolve riscos e faz a empresa evoluir

A empresa precisa crescer e a maior parte das oportunidades de crescimento se dá através das decisões, das mais simples até as mais complexas. Mesmo envolvendo riscos, é preciso assumir sua responsabilidade para decidir, sendo importante manter o pé no chão sempre!

Para decidir corretamente é preciso foco e atenção. Por isso, nunca tome decisões precipitadas, pois essas são as que tendem a dar errado com maior recorrência. Tenha seu tempo para pensar, consultar, medir e planejar antes de decidir.

O processo de decisão deve estar sempre atrelado ao que a empresa busca, ou seja, as suas metas e ao planejamento que já foi feito. Por exemplo, se a empresa precisa acumular determinado capital para passar por um processo de expansão, fazer um investimento que retenha o dinheiro por algum tempo pode não ser a melhor escolha a ser feita, certo?

Existem vários outros exemplos. O essencial, é ter como regra para si mesmo nunca decidir quando estiver se sentindo pressionado, também não tome decisões sem antes pensar e dedicar-se a entender as possíveis consequências perante seus atos.

Pesquise, converse e consulte

Como já foi mencionado antes, decidir envolve riscos e é verdade que muitas vezes tais riscos pesam demais nas costas de quem tem a missão de dizer sim ou não. Ainda assim, não é possível deixar de decidir, a não ser que para você esteja tudo bem a empresa entrar em declínio, certo?

Entretanto, ao longo de toda esta discussão, quem disse que você precisa decidir tudo sozinho? Antes de tomar qualquer tipo de decisão, lembre-se de pesquisar mais sobre o assunto, procure também conversar com pessoas que tenham experiência e que, portanto, possam realmente lhe ajudar a decidir de modo mais sábio e com menos riscos.

Lembre-se ainda de que contar com profissionais sempre é uma ótima escolha para diminuir a fragilidade de decisão. Atualmente existem vários consultores que atuam em áreas específicas como setor financeiro, treinamento de funcionários entre outros. Nunca é demais ouvir um profissional antes de tomar uma decisão séria!

Especialmente para quem não sente tanta confiança em decidir, esta é uma excelente opção.

Assuma a sua responsabilidade

Por fim, vale dizer que decidir, quando se está em tal posição, nada mais é do que assumir verdadeiramente a sua responsabilidade. Como empresário e empreendedor você tem o compromisso de fazer sua empresa prosperar tanto por você– afinal, você espera ter resultados e lucros – quanto por todos os demais que dependem dela de alguma forma.

Colocando na ponta do lápis tudo o que envolve a escolha, todos os seus prós e contras, é possível diminuir perceptivelmente o erro na tomada de decisão. Contra fatos – neste caso os tipos de dados obtidos – não há argumentos. Sendo assim, procure se nortear por tais informações.

A fragilidade da decisão não deve incapacitar o crescimento do negócio assim como as demais. Você sabia que existem 11 Fragilidades que Derrubam Sua Empresa? Não atentar-se a qualquer uma delas pode colocar o sucesso do negócio em risco! Conheça tais fragilidades e riscos através do meu livro, disponível no link: http://livro.as11fragilidades.com.br/.

Também lhe convido a fazer parte da melhor audiência de empresários focados no sucesso de seus negócios. Inscreva-se em meu canal no YouTube para acompanhar vídeos rápidos que vão profissionalizar sua empresa:  https://www.youtube.com/channel/UCt42WaM9p78BBzW-Fb6StKQ.

Evite Prejuízo na Empresa e Perda de clientes – Seja Rápido

As fragilidades são como rachaduras, se não forem reparadas rapidamente, seu negócio com certeza virá a baixo. Assista ao vídeo para saber por que é importante evitar prejuízos resolvendo depressa as 11 fragilidades e riscos existentes em todos os tipos de negócio.

É sabido que as fragilidades impedem o crescimento do negócio e que geram grandes prejuízos financeiros que podem levar a empresa a falir.

Acumular prejuízos – fragilidade financeira – com vendas que não estão dando bons lucros é um exemplo típico de rachadura que precisa ser reparada depressa. O mau atendimento é outro exemplo que pode acumular prejuízos financeiros, afinal, se o cliente não voltar mais ao seu negócio, as vendas diminuirão, não é mesmo?

Existe ainda a rachadura relacionada à contratação de bons profissionais – fragilidade do colaborador – já que ter funcionários capacitados e comprometidos faz a diferença nos resultados do seu empreendimento desde o atendimento até em ter novas ideias.

Sua empresa tem alguma outra fragilidade além das três que foram mencionadas neste vídeo?

Além das fragilidades do cliente, do colaborador e da fragilidade financeira, existem ainda outras 11 Fragilidades e Riscos em que você deve reparar para que a empresa continue a crescer livre de prejuízos. Quer saber quais são essas outras fragilidades? Acesse o CONTEÚDO COMPLETO DO LIVRO.

Por que os empresários têm tanta dificuldade em identificar suas fragilidades e riscos? Veja ESTE VÍDEO para entender.

Não se esqueça de fazer a sua inscrição para continuar acompanhando vídeos como este. Obtenha preciosas informações para gerir seu negócio em poucos minutos INSCREVENDO-SE NO CANAL.

Como Evitar Prejuízos Financeiros na Empresa – Seja Rápido

,

Você já deve ter escutado que as empresas possuem fragilidades. Essas fragilidades nada mais são do que riscos, rachaduras que se não forem arrumadas logo poderão levar o negócio a falir. Em resumo, elas trazem verdadeiros prejuízos financeiros que podem dar início a uma bola de neve que desestabilizará a empresa como um todo, por isso a importância do tema.

Quer saber como evitar os prejuízos financeiros no negócio e também encontrar formas para tratar as 11 fragilidades e riscos iminentes a todos os empreendimentos? Você está no lugar certo! Antes de continuar sua leitura, assista a um vídeo rápido em que abordo o assunto:

Prejuízos financeiros: Eles podem surgir de todos os lugares

Primeiramente, é preciso entender que a empresa pode ter prejuízos financeiros em inúmeras circunstâncias e não somente quando a fragilidade financeira é ativada. Na verdade, tal fragilidade está relacionada a todas as demais, já que qualquer rachadura pode fazer com que o caixa comece a sofrer interferências!

Quer exemplos de outras fragilidades e riscos que podem levar o seu negócio a ter prejuízos?

A fragilidade do cliente é uma das melhores por onde começar a exemplificação. Uma empresa não pode existir sem clientes, afinal quem a sustentaria? Entretanto, muitos negócios deixam surgir inúmeros problemas aqui, seja devido a um mau atendimento, a falta de estratégias de fidelização e acompanhando entre outros mais.

Quando o cliente não é bem atendido dificilmente ele volta, pelo contrário, escolhe a concorrência. Com isso, a empresa está perdendo e os prejuízos financeiros estão ganhando espaço. Você tem se preocupado em entregar uma excelente experiência para o seu cliente? Seus funcionários estão prontos a fazer o mesmo?

Por falar no funcionário, este é outro bom exemplo que vale mencionar aqui. É preciso cuidar bem dos colaboradores desde a contratação – já que é preciso investir em ter os melhores do mercado – até a forma como estes são treinados e dispostos em seu negócio para atender e executar suas respectivas funções. Como você avaliaria sua equipe de trabalho, incluindo os vendedores, o pessoal de atendimento ao cliente, os técnicos, entre outros funcionários importantes?

Como se vê, as fragilidades são como rachaduras e, portanto, podem começar pequenas, não chamar a atenção e até mesmo passar despercebidas. Mas, é necessário ligar o alerta!

Rachaduras podem fazer sua empresa desmoronar, por isso é importante repará-las depressa!

Dicas para diminuir os prejuízos financeiros

Agora que você já sabe que as fragilidades são como rachaduras, é importante conferir dicas sobre como enxergá-las rapidamente para tratá-las e assim diminuir os prejuízos financeiros:

1.      Tire a venda dos olhos

Infelizmente, muitas empresas vão à falência porque seus gestores não se preocupam em enxergar as rachaduras que estão se formando internamente. Muitas vezes, quando decidem reparar, essas rachaduras já são grandes fendas praticamente irreparáveis.

Sendo assim, aquela velha máxima vale: É melhor tratar um problema que ainda está pequeno do que postergar o tratamento para mais tarde, quando talvez já não exista solução.

Por isso, tire agora mesmo a venda que pode estar cegando o seu olhar como empresário e administrador. Comece a observar os detalhes do negócio, pois muitas rachaduras aparecem exatamente nestes cantos “despercebidos”.

2.      Analise números

Também é essencial ter uma política de acompanhamento dos números. O que isso significa? Chega de administrar a empresa com base do achismo, antes use métricas e confira os números para ter em que se basear corretamente.

Quanto a empresa tem feito nos últimos meses? Qual o lucro bruto e o lucro líquido? A empresa tem batido suas metas, está estagnada ou tem decrescido? Quanto mais informações e detalhes você tiver, melhor para afastar os prejuízos financeiros.

3.      Mude as estratégias que não estão dando certo

Depois de passar pelas etapas anteriores, é chegada a hora de decidir sobre o que está dando certo e o que precisa ser melhorado. Que tal elencar novas estratégias para que as rachaduras encontradas sejam devidamente neutralizadas e parem de crescer?

Defina o que precisa ser feito reparando em todas as fragilidades e riscos que cercam o negócio. Escute o feedback dos clientes, pois eles podem contribuir muito para que a empresa cresça e atinja um bom nível de relacionamento com o público.

A fragilidade financeira pode ser ativada de várias formas como mencionado ao longo deste artigo. Por isso, mantenha-se sempre de olhos abertos a tudo o que tem refletido no caixa. Déficits, por menor que sejam, quando sequenciados podem levar a empresa a falência!

Existem, ao todo, nada menos do que 11 Fragilidades que Derrubam Sua Empresa e é importante dizer que essa rachadura pode estar em qualquer uma delas ou até mesmo em mais de uma! Para conhecer as demais fragilidades, confira o conteúdo completo no livro através do link: http://livro.as11fragilidades.com.br/.

Você também pode acompanhar mais sobre o assunto ao se inscrever no canal do Youtube que é referência para os empresários que querem blindar seu negócio. Acesse o link e se inscreve já: https://www.youtube.com/channel/UCt42WaM9p78BBzW-Fb6StKQ.

Por que as Vendas Caíram? – A importância de Uma Boa Oferta

Fazer uma venda não é algo tão simples quanto alguns pensam.
Por que as Vendas Caíram? – A importância de Uma Boa Oferta

Mais do que ter um excelente produto, se você quer saber como vender é necessário entender que o ato em si abrange outros cuidados, tais como caprichar na oferta e entregar um bom atendimento.

Quer conferir um caso real em que a fragilidade da venda foi ativada? Acompanhe a experiência que descrevo neste vídeo. Durante uma viagem a Mendonza, Argentina, pude ver mais uma vez como a dificuldade de vender nem sempre está associada ao produto/serviço.

É o velho caso do excelente produto, péssima oferta. A falta de estratégia para trabalhar, além de ativar o risco de não vender, ativa também o risco de perder o cliente. Outra fragilidade que geralmente vem à tona neste contexto é a fragilidade da reputação e imagem da empresa. Afinal, você prefere ir a um lugar que está na maioria das vezes cheio ou vazio?

Por isso é necessário ter cuidado com a forma com que o seu produto é oferecido para que o negócio não incorra neste tipo de problema. Mais do que ter o melhor produto do mundo, é preciso saber trabalhar bem com a sua oferta. Em resumo, é preciso equilibrar. Oferta, produto e serviço devem ser excelentes para que você tenha resultados reais e cada vez melhores.

A fragilidade da venda é uma das 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa. Para conhecer as demais fragilidades e riscos, você pode conferir o conteúdo completo que está disponível no livro completo:

Lembre-se também de assinar o canal no YouTube e acompanhe outros vídeos que, como este, vão levar sua empresa ao crescimento com dicas simples e eficientes! INSCREVA-SE JÁ.

Como Resolver Problemas (Fragilidades) da Empresa Que Você Não Vê?

Por que os empresários têm tanta dificuldade para enxergar e reconhecer os erros e problemas do negócio? Como Resolver Problemas da Empresa Que Você Não Vê.

É justamente sobre essa questão bastante comum, bem como das 11 fragilidades e riscos das empresas, que trata esse vídeo. Veja aqui uma reflexão completa sobre o assunto em apenas 5 minutos e aprenda sobre os problemas que você não vê.

Reconhecer as fragilidades e os riscos da empresa é uma dificuldade comum. Mas, por que isso acontece? Normalmente, as pessoas gostam de falar e de, portanto, observar suas fortalezas.
No entanto, as fraquezas não estão nas rodas mais comuns de conversas e por isso acabam passando despercebidas na maioria das vezes.

Tratando-se do meio empresarial isso é mais evidente. Afinal, que empresário deixará sua empresa exposta ao compartilhar com parceiros ou clientes quais são suas fragilidades?

Este é um risco grande a se correr. O receio de falar sobre as fraquezas é justificável, entretanto, a partir do momento em que não se fala das fraquezas, uma oportunidade é perdida:

A oportunidade de corrigir seus erros e fragilidades a partir do reconhecimento de cada um deles! O problema que não você não vê, você não pode consertar, certo?

Em resumo, existem nada mais nada menos do que 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa e que, portanto, podem dificultar que o seu empreendimento cresça.

Quer saber quais são as demais fragilidades? Tenha o conteúdo completo no livro As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa.

Aproveite ainda para assinar o canal no YouTube e fique sempre por dentro de conteúdos que vão ajudar o seu negócio! Acompanhe vídeos rápidos como este com ótimas dicas! Inscreva-se.

Por que as vendas caíram? A Importância de uma boa oferta.

Você já parou para pensar no quanto a fragilidade da venda impacta nos resultados do seu negócio? Uma vez que as vendas são como combustível para qualquer tipo de empresa, é indispensável que elas estejam caminhando bem para que o empreendimento cresça.

Mas, o que existe por trás de uma venda? Engana-se quem pensa que apenas o produto/serviço seja um fator decisivo para que os números fiquem estáveis ou cresçam. Na maioria das vezes, a fragilidade da venda está relacionada a várias situações que podem boicotar o sucesso do negócio quando não são bem trabalhadas.

Aproveite para conferir uma experiência na qual ficou bastante claro o risco de perder cliente e também o risco de não vender. Tudo isso em um pequeno vídeo com menos de 5 minutos:

A fragilidade da venda

O risco de não vender, e com isso ter um déficit no caixa da empresa, está sim associado à qualidade do seu produto ou serviço. Entretanto, mesmo tendo o melhor a oferecer ao cliente, para que as vendas aconteçam é necessário reparar em uma série de detalhes.

Por exemplo, você sabia que a forma como você faz a oferta do serviço e produto influencia diretamente na sua capacidade de venda? Ninguém quer comprar de alguém que não sabe vender. E, neste caso, saber como vender vai além de conhecer tudo em relação ao seu produto!

Uma boa oferta, que traduz a maneira como você vende e oferece o seu produto é tão importante – provavelmente ainda mais relevante – do que o produto em si.

Por fim, não menos importante, o risco de perder cliente também está ligado à forma como você atende o cliente para fazer suas vendas. Você – bem como toda a sua equipe – tem se dedicado a oferecer o melhor atendimento, a melhor experiência?

Um mau atendimento pode ser sentido imediatamente na queda brusca nos números de vendas. Assim, fique atento e garanta que o cliente receba atenção e cuidado sempre!

Dicas sobre como vender e como atender o cliente

Antes de findar o assunto, estão elencadas algumas dicas simples que fariam a total diferença se o restaurante do vídeo tivesse se atentado a elas. Veja algumas soluções simples para vender mais e se ver livre da fragilidade da venda e do risco de perder cliente:

1.      Crie ofertas que sejam tentadoras

A primeira dica para quem busca saber como vender mais é criar ofertas que sejam verdadeiramente tentadoras para o cliente. Mas, o que isso significa? O que são ofertas tentadoras?

Sabe quando você vê uma oferta ou propaganda e simplesmente pensa “Não posso perder essa oportunidade”? Pois bem, essa com certeza é uma oferta tentadora já que lhe incita a fazer uma compra ou contratação na hora.

Mais do que chamar sua atenção, esse tipo de oferta pode usar de gatilhos mentais para levar os clientes a fechar negócio. Agilidade nos resultados é uma das respostas mais simples às boas ofertas, por isso repare nos números para saber se a estratégia está funcionando.

2.      Capriche e ofereça um ótimo atendimento

Como já falado antes, o atendimento é a porta de entrada não só para a concretização de uma venda, mas também para que os clientes se fidelizem, retornem e até mesmo indiquem o seu negócio.

Caprichar no atendimento significa realmente se importar com as necessidades do cliente e jamais vender somente por vender. Mais vale fazer uma venda menor hoje e ter o cliente de volta para fazer novas compras amanhã do que nunca mais vê-lo devido à quebra de sua confiança, por exemplo.

Sendo assim, treine sua equipe para que ela esteja realmente preparada para atender com qualidade. Não perca vendas por não dar a atenção necessária para um cliente e jamais julgue a capacidade que ele tem para fazer bons fechamentos. Simplesmente atenda com qualidade.

3.      Esteja realmente pronto para vender

Também é necessário estar pronto para fazer vendas. Por mais contraditório que possa parecer, muitos empresários não sabem vender o seu produto/serviço. São ótimos em administrar e desenvolver, porém não sabem como vender, o que é um erro.

Quem melhor do que você, empreendedor e empresário, para fazer boas vendas? Lembrando que essas vendas vão além do balcão e são necessárias também na hora de fechar parcerias e de conseguir investimentos para o negócio.

A fragilidade da venda, também conhecida como o risco de não vender, é apenas uma entre as 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa. Quer conhecer as outras fragilidades e riscos? Use o link para acessar o livro completo sobre o assunto: http://livro.as11fragilidades.com.br/. Por fim, não deixe de assinar o canal no YouTube para ver outros vídeos que vão garantir que sua empresa drible as fragilidades e riscos.  Saiba como trabalhar a oferta de produto e o atendimento ao cliente: https://www.youtube.com/channel/UCt42WaM9p78BBzW-Fb6StKQ.

Por que você não consegue enxergar sozinho as fragilidades e riscos da sua empresa?

Você já parou para pensar no quanto as fragilidades ficam escondidas dentro da sua empresa? Muitas vezes você sequer as enxerga! E, uma vez que passam despercebidas, como elas poderão ser reparadas antes de trazer verdadeiros prejuízos para o negócio?

Se este é um problema pelo qual você, caro empresário, tem passado, fique sabendo que com certeza não é o único! Pelo contrário, a situação de não enxergar sozinho as fragilidades é bastante recorrente e comum. Isso porque a maioria das pessoas está acostumada a falar sobre os pontos fortes do negócio e nunca os fracos.

Não mostrar as fragilidades para seus clientes e parceiros comerciais é uma forma de se proteger, porém também é um jeito de ficar na escuridão sobre as fragilidades e riscos da empresa, demorando mais para identificá-los. Em resumo, se você não dedicar algum tempo para falar sobre as fraquezas da empresa, dificilmente encontrará formas de eliminá-las.

Antes de continuar com a sua leitura, aproveite para conferir um vídeo rápido em que, em apenas 5 minutos, abordo os principais motivos que levam você a não enxergar sozinho as fragilidades e riscos da sua empresa:

A dificuldade de identificar e reconhecer as fragilidades da empresa

Existem inúmeros tipos de fragilidades. Existem fragilidades relacionadas à contratação de bons funcionários, à capacidade de fazer investimentos e expandir o negócio, àquelas relacionadas ao caixa da empresa e reserva financeira, entre outras mais. Todas essas fragilidades impactam negativamente nos resultados da empresa.

Como mencionado antes, as pessoas gostam de falar sobre suas fortalezas, ou seja, sobre seus pontos destacáveis e fortes. Dificilmente você encontrará quem goste de falar sobre os pontos fracos e falhos de um empreendimento e isso porque este tipo de situação pode prejudicar a imagem da empresa, bem como a postura do mercado perante ela.

Por outro lado, é necessário falar sobre aquilo que não acontecendo da forma correta para que as fragilidades apareçam!

Corrigir é preciso

As fragilidades atrapalham o crescimento da empresa e também podem fazer com que um negócio, que aparentemente está bastante sólido, venha a quebrar de uma hora para a outra devido à uma estratégia de expansão baseada em erros e falhas, das mais simples as mais complexas.

É por conta disso que se evidencia a necessidade de corrigir sempre cada uma das fragilidades. Mas, como fazer isso afinal? Quais as melhores formas de identificar os seus riscos?

Fale sobre as fraquezas

É claro que a primeira dica é falar sobre as fraquezas do negócio. Para falar desse assunto encontre uma pessoa certa, já que não é algo válido para discutir com qualquer um.

Procure falar com clareza sobre o que você acha que não está dando certo. Por exemplo, se você sente que a imagem da empresa está com algum problema, fale a respeito disso e porque você sente que isso tem acontecido.

Investigue as possíveis alternativas que poderiam mudar o rumo da empresa para a melhor.

Consulte especialistas sempre que for necessário                          

Se o simples fato de falar com outras pessoas sobre as fragilidades do negócio não bastar para encontrar soluções, consulte especialistas para ter uma visão mais clara sobre quais são os problemas que a empresa tem enfrentado.

Por que você não consegue enxergar sozinho as fragilidades e riscos da sua empresa? Porque você está dentro do problema! Para quem está de fora, é mais simples e fácil saber o que pode estar falhando. Entretanto, para quem faz parte do negócio, não. Muitas vezes a fragilidade e risco faz parte do dia a dia do empresário, incapacitando-o de ver com clareza!

Nessas horas, um bom bate papo com um consultor, coach ou outro especialista lhe ajudará a abrir os olhos e buscar alternativas para redesenhar a área em questão.

Não negue sua fragilidade!

Por fim, vale a dica de que você nunca deve negar a fragilidade. Ou seja, se você já reconhece, mesmo que de longe, que existe um problema relacionado a alguma das áreas da empresa, esteja certo de que é necessário tratá-lo para que o negócio retome seu crescimento.

Seja uma fragilidade financeira, de tecnologia, de imagem ou qualquer outra, assim que identificá-la, dedique-se a trabalhar de forma que este risco seja deixado completamente para trás. Use boas estratégias para tratar cada uma de suas fragilidades, afinal elas se diferem em vários quesitos e é preciso olhar com atenção para essas particularidades.

Que as fragilidades ficam escondidas dentro do seu negócio, com certeza você já sabe. Mas, você sabia que é possível desvendá-las? Quer saber quais são As 11 Fragilidades Que Derrubam Sua Empresa? Basta clicar no link para ter acesso ao livro completo sobre o tema! Não perca tempo e comece essa leitura agora mesmo: http://livro.as11fragilidades.com.br/. Assine também o canal no YouTube para ficar por dentro de conteúdos que vão fazer sua empresa crescer e se profissionalizar cada vez mais! Siga nosso canal através do link: https://www.youtube.com/channel/UCt42WaM9p78BBzW-Fb6StKQ.