VOCÊ É FUNCIONÁRIO, OU DONO DA EMPRESA?

, ,

Sabe aqueles locais em que você é tão bem atendido que todo mundo parece ser sócio do lugar? É quando dá vontade de perguntar: “Você é funcionário, ou o dono daqui?”

Apesar de raras de encontrar, essas são as Empresas Nota 10, que você faz questão de voltar, custe o que custar.

Se você conseguir tal façanha no seu negócio, fique certo que estará controlando três fragilidades perigosas. Sabe quais são?

A primeira é a Fragilidade do Colaborador. Porque quando você consegue fazer um colaborador seu atender tão bem assim, com um interesse genuíno no cliente, como se ele fosse o dono do negócio, você comprova que é capaz de três coisas difíceis: selecionar as pessoas certas para o seu negócio, treiná-las bem (deixando-as pronta para o trabalho) e, para completar, incutir na mente dos colaboradores que eles são uma peça-chave na engrenagem da empresa.

Portanto, ponto para você, comemore!

A segunda fragilidade que você mantém sob controle é a Fragilidade do Cliente. Porque atender bem é uma das medidas mais potentes para reter clientes, e atrair novos.

É importante dizer que o preço e a qualidade do produto são também medidas essenciais para lidar com a Fragilidade do Cliente. Um bom atendimento por si só não é suficiente, apesar de ter um peso enorme.

O resultado disso tudo é que as pessoas falarão bem de você e assim, de quebra, você melhora seu conceito no mercado, e controla mais uma fragilidade, que é a Fragilidade da Imagem, a terceira fragilidade dessa nossa história.

Como você pode perceber essas três fragilidades estão próximas, interligadas, uma empurra a outra, para o bem ou o mal. Portanto, atenção.